×

Dr. Luiz Paulo cobra do governador contratação de médicos formados no exterior

Cumprimento da Lei Estadual 4.988/21 foi objeto de manifestação em frente ao CDL de Cacoal.

Dr. Luiz Paulo cobra do governador contratação de médicos formados no exterior

Um protesto pacífico, mas com uma mensagem clara: “nos deixe ajudar a salvar vidas”. Esse foi o escopo de manifestação feita nesta quarta-feira, 21, em frente a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Cacoal, onde um grupo de médicos formados no exterior, que ainda não passaram pelo exame de revalidação no Brasil, pediram o cumprimento da Lei Estadual 4.988/21, aprovada pelos deputados estaduais e sancionada pelo governador de Rondônia, o coronel Marcos Rocha.

Do lado de dentro, na reunião com representantes do comércio e indústria cacoalense, o advogado Luiz Paulo cobrou diretamente ao chefe do Poder Executivo Estadual que a legislação aprovada para auxiliar no atendimento à população neste período de extrema necessidade, devido à pandemia de Covid-19, seja cumprida, com a contratação emergencial e temporária desses profissionais, que foram a outros países em busca de formação e estão à disposição para auxiliar os cidadãos rondonienses com atendimento médico.

O movimento, apoiado pelo advogado, contou com a liderança dos médicos Jéssica, Cris e Murilo, que empunharam uma faixa com os seguintes dizeres: “Governador, queremos trabalhar, somos médicos formados no exterior”. Eles foram cumprimentados assim que o mandatário estadual chegou ao local da audiência. Na oportunidade, Rocha se comprometeu em resolver essa questão, conforme o pedido feito pelos manifestantes. Esse apelo foi reforçado pelo advogado Luiz Paulo, que é secretário-geral dos Progressistas de Rondônia e fez uso da palavra durante a reunião. Ele tem sido um árduo defensor dessa bandeira desde o início desse difícil período de calamidade pública que tem sido o alastramento do novo coronavírus por todo o mundo, trazendo tristeza e perdas inestimáveis para a sociedade brasileira, em especial, no seio da comunidade cacoalense.

No auditório da CDL, Dr. Luiz Paulo questionou o governador e sugeriu, ainda, que fosse feita a contratação, em parceria também com o prefeito de Cacoal, Adailton Fúria, que também estava presente na reunião com o empresariado local. “ São pessoas capacitadas que podem ajudar significativamente na saúde pública de Cacoal”, afirmou o advogado, que tem sido uma ativista contumaz dessa luta pela contratação temporária e emergencial dos formados no exterior, assim como pela realização de mais edições do exame que habilita os médicos formados em países como Bolívia, Argentina e Paraguai para o trabalho em território nacional.